Lendo com lupa

BIÓPSIA DE NERVOS

PERIFÉRICOS

O que é e

como é feita

a biópsia de nervos??

A biópsia de nervo é indicada em algumas doenças específicas que comprometem os nervos periféricos como polineuropatias, de origem indefinida.

Nervo sural localizado no tornozelo, no ponto médio
entre o maléolo lateral e a borda do tendão de Aquiles

PROCEDIMENTO

A biópsia compreende a retirada de fragmento de nervo e a sua análise após o mesmo ser adequadamente preparado. A retirada do nervo é uma pequena cirurgia realizada geralmente no hospital em regime ambulatorial (o paciente interna, faz a cirurgia e recebe alta no mesmo dia), sob anestesia local. Geralmente o nervo retirado é o nervo sural, um nervo que fica na parte lateral da perna na região do tornozelo. O corte é pequeno e é localizado atrás do maléolo lateral, um osso que pode ser visualizado na região lateral do tornozelo.

RECUPERAÇÃO

Após a biópsia, o paciente perde parte da sensibilidade da parte lateral do pé, o que não prejudica o caminhar. Essa falta de sensibilidade é bem tolerada e pode ser revertida, pelo menos parcialmente, com o tempo.


Em geral, o corte é fechado com pontos que são absorvidos pelo próprio corpo, ou seja, não é necessário retirar os pontos após a cirurgia. Recomenda-se que o paciente mantenha o pé para cima e evite o caminhar por alguns dias.

DIAGNÓSTICO

Após a retirada, o fragmento de nervo é encaminhado ao laboratório para que ele seja analisado no microscópio. Essa análise não é imediata porque o nervo precisa ser preparado com reações bioquímicas específicas para que possa ser avaliado pelo médico patologista.

Logo Nervus branco_pingo amarelo.png

Rua Oscar Freire, 2250 Cj.18  Térreo

Pinheiros | São Paulo SP   05409-011
11 4314-8585       11 96621-3442

Atendimento de segunda a sexta das 9h às 17h

INFORME-SE SOBRE CONSULTA POR TELEMEDICINA

Whatsapp branco.png
  • Clinica Nervus Neurocirurgia Instagram
  • Facebook clinica Nervus
  • Clínica Nervus Neurocirurgia You Tube

O objetivo deste site é fornecer informações gerais sobre as principais doenças cirúrgicas de nervos periféricos, por vezes adaptando a linguagem científica para facilitar a compreensão do usuário. Todos os textos são de caráter informativo, não tendo a pretensão de ser completos e não devendo ser utilizados como referência científica. Lembre-se de que não deve ser tomada conduta definitiva sobre o seu caso com base nas informações aqui apresentadas, pois esta é a função do seu médico, profissional qualificado com quem você deverá discutir seus sintomas e suas alternativas de tratamento. Leia aqui os Termos de Uso completos.

Desenvolvido por Consutti para Clínica Nervus