Consulte médico especialista de São Paulo

A telemedicina pode ser uma opção quando o atendimento presencial não é possível pela pandemia do covid-19, aproximando distâncias e permitindo diagnóstico e tratamentos precoces.

 

A Clínica Nervus oferece a praticidade da teleconsulta, permitindo o acesso a especialistas reconhecidos no diagnóstico e tratamento da Paralisia Facial Periférica causada pela Lesão do Nervo Facial.

 

Em alguns casos, no entanto, essa avaliação inicial deve ser complementada com a consulta presencial, pois algumas informações que o médico obtém ao examinar o paciente podem ser de grande importância para o diagnóstico e tratamento do seu caso.

PARA MAIS INFORMAÇÕES:

Enviado! Logo entraremos em contato

LESAO DO NERVO FACIAL.jpg

TRATAMENTO DA LESÃO DO NERVO FACIAL

Paralisia facial periférica

O que é e como ocorre

lesão do nervo facial?

O nervo facial é um nervo misto (motor e sensitivo) que se origina no interior do crânio e, após deixar a cavidade craniana, vai inervar toda a musculatura de metade da face.

.

Lesão do Nervo Facial.jpg

Distribuição dos ramos do nervo facial: 1, ramo
temporal; 2, ramo zigomático; 3, ramos bucais; 4, ramo mandibular; 5, ramo cervical

CAUSAS

Paralisia facial periférica decorrente de lesões por traumatismo direto (ex. corte na face) e decorrente do tratamento cirúrgico de tumores (ex. neurinoma do acústico) geralmente tem indicação de cirurgia direta no nervo facial.

SINTOMAS

A lesão do nervo facial provoca a paralisia da hemiface inervada pelo mesmo, acarretando em incapacidade funcional e comprometimento estético importantes.

Como é feito

o tratamento da

lesão do nervo facial?

A extensão do dano nervoso determina o resultado. Estudos de condução nervosa e eletromiografia são feitos para ajudar a prever a probabilidade de recuperação.

fisioterapia neuropatia periferica.jpg

REABILITAÇÃO

A reabilitação é importante tanto na fase em que se está aguardando uma possível recuperação funcional, como no período pós operatório.

MOMENTO OPERATÓRIO 

Quando existe certeza da lesão completa do nervo, a cirurgia é feita o mais precocemente possível. Nos casos em que nervo é muito manipulado durante uma cirurgia, mas não seccionado, aguarda-se de 6 a 8 meses por uma possível recuperação espontânea, antes de indicar o tratamento cirúrgico direto.

Na nossa opinião os casos tardios, com mais de 18 meses de lesão, não devem ser submetidos à reconstrução direta do nervo. Esses casos são encaminhados para tratamento por cirurgião plástico especialista em face.

TÉCNICA CIRÚRGICA

Existem diversas técnicas para a reconstrução microcirúrgica do nervo facial. Damos preferência às transferências parciais ou completas de nervos, que dão excelentes resultados, com baixa morbidade.